Quando se fala em Orlando, logo vem à cabeça o castelo de Cinderela, os shows do Mickey, os personagens da infância. Não tem jeito: é praticamente impossível separar a cidade dos parques da Disney.

E é aquela velha história, quando dizem que não tem idade pra se divertir por lá, é verdade! Você realmente volta a ser criança. A música que toca em todos os cantos já te deixa animado e você literalmente esquece de tudo lá fora. É uma sensação até um pouco estranha. Já fomos algumas vezes para Orlando (confira uma material especial com motivos para você voltar para a cidade) e nunca cogitamos deixar de lado os parques da Disney para aproveitar outras atrações da cidade. E olha que existem muitas atividades para fazer nessa região da Flórida. Veja o guia da cidade.


LEIA MAIS SOBRE ORLANDO

Guia de Orlando: a cidade mais divertida do mundo
10 motivos para ir (ou voltar) a Orlando
Tudo sobre a Universal Orlando, nos EUA
Conheça o parque da NASA, o Kennedy Space Center


Para entender melhor o que é a Disney de Orlando, saiba que o complexo é formado por 4 parques temáticos: Magic Kingdom, Epcot Center, Hollywood Studios e Animal Kingdom. E qual deles é o melhor? Quase impossível responder. Cada um tem a sua particularidade e um foco diferente. Se você estiver indo pela primeira vez, vale a pena se esforçar para conhecer todos. Se for a segunda vez, também vá em todos novamente. Acredite, sempre vai ver uma coisa diferente.

Montanha-russa Everest, no Animal Kingdom (Foto: RoadTrio)

Montanha-russa Everest, no Animal Kingdom (Foto: RoadTrio)

A única coisa que tem de parecido entre todos eles são as paradas, ou desfiles, onde os personagens percorrem o parque acenando e encantando os visitantes. É lindo, mas quando fomos pela segunda vez, já não quisemos abrir mão de ir nos brinquedos para acompanhar a parada, que normalmente leva mais de 30 minutos.

Para saber os horários desses shows, consulte o calendário do parque ou o Guia de Horas que ficam disponíveis logo na entrada (tem em português). Uma nova forma de acompanhar a programação é pelo aplicativo oficial. Aconselhamos muito você baixar no seu celular. No app, além de ver horários, você consegue ver o tempo de espera dos brinquedos e agendar o tão famoso FastPass+.

FastPass+ (Foto: RoadTrio)

FastPass+ (Foto: RoadTrio)

Aliás, uma verdadeira barbada que deve ser aproveitada pelos visitantes dos parques é o tal do FastPass+, uma espécie de “fura-fila” das atrações. Para saber como utilizá-lo, confira aqui uma matéria que falamos tudo sobre o FastPass.

Agora confira os destaques e veja o que tem de mais legal em cada parque.

| Magic Kingdom

O encantador castelo da Cinderela (Foto: RoadTrio)

O encantador castelo da Cinderela (Foto: RoadTrio)

Pegue um barco ou trem e chegue em grande estilo no parque mais famosos da Disney! Esse parque te levará para o mundo da fantasia e do conto de fadas. É lá que se encontram as atrações das princesas, como Ariel e Branca de Neve, e os personagens dos desenhos animados mais clássicos.

O parque é famoso pelo castelo da Cinderela, marca da Disney. Curiosidade: você sabia que esse é um dos pontos mais fotografados dos EUA e foi inspirado em um castelo da Alemanha? Você dará de cara com ele logo na entrada, mas fique tranquilo, com certeza você voltará para essa parte durante o dia.

O Magic Kingdom é realmente muito grande e, se bobear, você precisará de 2 dias para conhecer cada cantinho. Se ele estiver cheio então, esquece. É preciso pegar o mapa e priorizar as atrações que mais quer conhecer.

Aproveite todos os brinquedos de água nos dias quentes (Foto: RoadTrio)

Aproveite os brinquedos de água nos dias quentes (Foto: RoadTrio)

Entre as nossas atrações favoritas estão Pirates of the Caribbean, que é uma viagem de barco na época em que os piratas governavam os mares. Ele não tem emoção nenhuma, e provavelmente você encontrará uma fila considerável. Mas é divertido e tem muitos bonecos que beiram a perfeição. Logo ali ao lado estão outros dois brinquedos que amamos. O Splash Mountain, que, como o nome sugere, você provavelmente sairá molhado. E o Big Thunder Mountain Railroad, uma montanha-russa, não muito forte, mas com algumas quedas.

Outro brinquedo que é muito procurado pelos visitantes é a Haunted Mansion. É um simulador que passeia por uma casa mal-assombrada. Apesar dos fantasmas e de alguns sustos, o brinquedo diverte mais do que dá medo.

Partindo para a área Fantasyland, que é a mais cheia do parque, você encontrará atrações das princesas da Disney, como da Ariel, o castelo da Bela e a Fera e uma leve montanha-russa da Branca de Neve pela mina dos 7 anões. Esse, infelizmente, não conseguimos ir. Ele é relativamente novo e das 4 vezes que fomos para Orlando, ele estava aberto apenas em duas. Ainda assim, não tivemos coragem de encarar mais de 2 horas de fila.

Não perca o Mickey’s PhilharMagic (Foto: RoadTrio)

Não perca o Mickey’s PhilharMagic (Foto: RoadTrio)

Uma atração que simples, mas que adoramos, é Mickey’s PhilharMagic, que nada mais é do que um filme 3D estrelado pelos personagens da Disney. Muito fofo!

Para finalizar a nossa listinha dos favoritos, vá para a área Tomorrowland. Lá você encontrará uma decoração mais futurista e a Space Mountain, uma montanha-russa no escuro como se você estivesse no espaço. Ela é simplesmente incrível. Ali também tem o Stitch’s Great Escape, que é onde você vai interagir com o Stitch Malign em um teatro escuro e redondo.

O castelo da Cinderela fica lindo de qualquer jeito (Foto: RoadTrio)

O castelo da Cinderela fica lindo de qualquer jeito (Foto: RoadTrio)

Depois de todos esses brinquedos, sente e espere pelo grande momento da noite: o imperdível show de fogos de artifício que ocorre diariamente. O jogo de luz combinado com os fogos é coisa de outro mundo. Procure um bom lugar pra ver o show pelo menos uns 30 minutos antes do horário, pois uma multidão invade o espaço e você ficará com dificuldade de enxergar. O show ocorre momentos antes do encerramento do parque, por isso o horário muda de acordo com o dia da semana e época do ano.

| Epcot Center

O emblemático símbolo do Epcot (Foto: RoadTrio)

O emblemático símbolo do Epcot (Foto: RoadTrio)

Engraçado, nas primeiras vezes que fomos para Orlando, esse foi o parque que menos nos encantou. Muitos dizem que ele é voltado para o público mais adulto e para quem gosta de comer bem, e realmente é. Mas da última vez que estivemos na cidade, ele nos surpreendeu positivamente e já nos deixou com saudades. Ele é um parque com atrações muito menos emocionantes e mais de observação. Confuso? Nós explicamos! O Epcot Center é maior do que o Magic Kingdom, com 300 acres, mas tem um motivo para esse tamanho todo.

Ele é dividido em Future World e World Showcase, tendo como atração principal a Spaceship Earth, um passeio que leva o viajante do passado ao futuro e fica logo na entrada, dentro da emblemática bola. Porém, o que traz uma experiência um tanto quanto diferente está ao fundo do parque.

A área do México é uma das nossas favoritas (Foto: RoadTrio)

A área do México é uma das nossas favoritas (Foto: RoadTrio)

O Epcot é conhecido por recriar cantinhos especiais de vários países, como Alemanha, México e Canadá. E quando falamos em recriar é porque realmente você se sentirá em outro lugar do mundo. No total, são 11 pavilhões, cada um representando país. E em cada um deles, uma atração para entrar mais na cultura do país – como vídeos, shows e teatros, restaurantes e até bares.

Por exemplo, quando você estiver no Reino Unido, você verá de um lado da rua uma casa de chá e do outro, um pub tipicamente londrino. E lá vende bebida alcoólica? Sim, muita! É muito comum você ver adultos andando entre as atrações com deliciosas cervejas, drinks e vinhos nas mãos.

Reino Unido no Epcot (Foto: RoadTrio)

Reino Unido no Epcot (Foto: RoadTrio)

No Marrocos você ficará encantado com o local que eles recriaram. Ao passar pela entrada, você se sentirá no filme de Aladdin, com lojas com roupas de dança do ventre e alguns camelos. Já na Noruega, poderá o mais novo show da Frozen. A fila é grande e, apesar de ser bonitinho, não vale a pena se estiver muito longa. Ou uma boa opção é garantir o FastPass+ para esse brinquedo.

O México é o mais incrível de todos. Você entra em uma grande tenda, que simula uma noite de céu estrelado. A sensação é de que você realmente está ao ar livre. No fundo do pavilhão tem um restaurante bem disputado. Infelizmente não tivemos tempo para ficar esperando.

Mas não para por aí. Ainda tem o Japão, a China, os Estados Unidos, a Itália, a Alemanha, a França e o Canadá. Bom, quem sabe essa área não ajuda a inspirar um novo destino para você conhecer no mundo?

Marrocos no Epcot (Foto: RoadTrio)

Marrocos no Epcot (Foto: RoadTrio)

Agora voltando à parte da frente do parque, além do Spaceship Earth, outras atrações emblemáticas que valem a pena pegar fila, ou garantir o FastPass+, são o Soarin’ (que simula um voo de asa delta por vários pontos turísticos do mundo), o Mission Space (um simulador de um vôo espacial, que inclusive simula a mudança na gravidade. É normal você escutar que muita gente passa mal nesse brinquedo e foi até por isso que a Disney fez uma versão “light”, mas nós não sentimos absolutamente nada) e o Test Track (você monta seu carro depois o testa competindo com os demais carros de quem vai com você na atração).

Você já percebeu que tem muita coisa para fazer, não é mesmo? Mas não acabou. Para fechar a noite com chave de ouro, assista ao show de fogos noturno, Illuminations, com certeza é um dos mais lindos que você verá na cidade.

| Hollywood Studios

Quem aí não gostaria de repetir a Twilight Zone Tower of Terror? (Foto: RoadTrio)

Quem aí não gostaria de repetir a Twilight Zone Tower of Terror? (Foto: RoadTrio)

Entre os quatro parques da Disney, esse é o que tem atrações com mais adrenalina. O Hollywood Studios, antigamente chamado de MGM Studios, é focado 100% em filmes. A ideia principal desse parque é colocar o turista no centro das grandes produções hollywoodianas. Você vai encontrar praticamente tudo o que acontece por trás dos bastidores dos filmes de ação, com shows ao vivo, atrações emocionantes e eventos especiais dedicados às películas da Disney.

Recentemente, alguns brinquedos foram fechados para dar lugar a uma nova área que está sendo construída especialmente para o mundo de Star Wars. Aliás, no final do dia, ocorre uma queima de fogos e um show especial dessa atração.

Hollywood Studios (Foto: RoadTrio)

Hollywood Studios (Foto: RoadTrio)

Entre as melhores atrações estão a montanha-russa do Aerosmith (Rock ‘n’ Roller Coaster Starring Aerosmith) em que o carrinho dispara de 0 a 100 km/h embalado por uma música da banda e a The Twilight Zone Tower of Terror. O elevador tem quedas de alta velocidade com uma pitada de terror. Infelizmente, passa bem rápido, mas é um dos pontos altos do parque.

Tem também uma espécie de gravação do Indiana Jones. Essa apresentação é como se você estivesse em um set de filmagem e alguns truques são relevados. O show conta com a participação do público, então, se você sempre quis ser uma estrela das telonas, essa talvez seja a sua chance!

Você verá vários personagens no Fantasmic (Foto: RoadTrio)

Você verá vários personagens no Fantasmic (Foto: RoadTrio)Não vá embora sem antes conferir a uma atração imperdível: o show no final do dia, o Fantasmic. O musical fala sobre sonhos e você poderá ver protagonistas, coadjuvantes e vilões em meio a muito fogo, águas e luzes. Infelizmente, eles dedicam a melhor parte do anfiteatro para quem compra um pacote especial com jantar. Mas das laterais a visão é bem boa também, basta chegar cedo para garantir espaço. Aliás, apesar da atração contar com o FastPass+, dificilmente é necessário agendar.

| Animal Kingdom

Animal Kingdom (Foto: RoadTrio)

Animal Kingdom (Foto: RoadTrio)

Por fim o parque que ganhou um espacinho especial em nossos corações, o Animal Kingdom! Ele costumava ser o parque mais tranquilo entre os da Disney, mas com a chegada da área dedicada ao filme Avatar, isso mudou bastante. Bom, essa sem dúvida é a maior atração do parque (e talvez de Orlando toda) e você perderá longas horas na fila.

Aí é que entra o FastPass+. Tente agendar com antecedência sua visita ao Avatar Flight of Passage, caso contrário, se conforme com a fila de até 4h (sim, quatro horas!). E quando falamos em antecedência, o FastPass+ pode ser agendado até 30 dias antes da sua visita ao parque (ou 60 dias, se você estiver num resort da Disney). Então não vacile e garanta seu lugar na fila pois realmente vale muito a pena. Se mesmo assim você tiver que encarar a espera comum, a dica é ir pra frente do brinquedo algum tempo antes do parque fechar. No fim do ano, a espera caiu de 5 horas para 50 minutos umas duas horas antes do encerramento do parque.

Você já vai curtir o brinquedo do Avatar nas filas (Foto: RoadTrio)

Você já vai curtir o brinquedo do Avatar nas filas (Foto: RoadTrio)

O brinquedo Avatar Flight of Passage é sem dúvida o melhor que já fomos na vida. Você viaja para dentro do mundo deles em um banshee. Para começar, a fila já é incrível. Você verá alguns cenários do filme, como o escritório e laboratório com os avatares. Ali você já se sentirá satisfeito por estar no brinquedo.

Mas não para por aí. Quando você estiver perto de subir no seu banshee, você vai para uma espécie de câmara em que eles pesquisam um avatar que combine com a suas características. A ansiedade era tanta que não aguentávamos mais esperar para começar o nosso voo. Bom, sobre o filme 3D propriamente dito, só quem vai para saber como é incrível e real. Um observação: quando estiver viajando por dentro do cenário, sinta a respiração de seu animal entre suas pernas. Impressionante esses detalhes!

Bom, Pandora é muito mais do que esse brinquedo. Toda a área é incrível. Vale a pena ir de dia e à noite, pois tudo fica iluminado como no filme. Tem também o Na’vi River Journey. Infelizmente não conseguimos ir, o parque estava realmente cheio, mas é um passeio de barco. Parece legal, mas muita gente falou que não vale pegar uma fila de 2 horas para conhecer.

Curta a nova área do Avatar (Foto: RoadTrio)

Curta a nova área do Avatar (Foto: RoadTrio)

Além disso, o Animal Kingdom conta com expedições e aventuras em um safári, show de aves e muito contato com a natureza. Logo que você entrar no parque, já dará de cara com o símbolo dele: uma árvore gigante com vários animais esculpidos em seu tronco e que também é casa de uma atração imperdível. It’s a tough to be a bug é um filme 3-D inspirado em Vida de Insetos. Prepare-se para sentir cheiros, vento e até os próprios insetos passando pela sua cadeira.

Mas a nossa atração favorita por ali é o Expedition Everest. Apesar de não ter loopings, a montanha-russa é emocionante. Em determinado ponto o trilho “quebra” e ela inicia um trecho de costas e em alta velocidade.

Montanha-russa Everest (Foto: RoadTrio)

Montanha-russa Everest (Foto: RoadTrio)

Lá você também poderá assistir a um musical do Rei Leão e ver fazer um tour pela época pré-histórica dos dinossauros em um carrinho com aventura, no Dinosaur. Finalize o dia com o mais novo show dos parques da Disney, o Rivers of Light. Apesar de não ter fogos de artifício por conta dos animais, tem um lindo show de luzes.

Flytour Viagens

O RoadTrio visitou os parques temáticos com o apoio da Flytour Viagens, uma das maiores companhias do setor de turismo do Brasil. A operadora Flytour Viagens atua na distribuição e comercialização de 100% de seus produtos por meio de agentes de viagens de todo o país. A empresa oferece pacotes nacionais e internacionais para países da América do Sul, Caribe, México, Europa, Oriente Médio, Estados Unidos, Canadá, Norte da África e África do Sul. Acessando o site, você poderá comprar passagens, reservar hospedagem, alugar carro e até comprar passeios no destino escolhido.

*Para nos manter sempre conectados, viajamos com a parceria da SkillSIM Mobile, operadora de celular.

Sobre o autor

Em 2011, a jornalista morou na Europa, onde foi travel-writer para o Guia Criativo para O Viajante Independente na Europa. De volta ao Brasil, não quer se limitar às paredes de um escritório e fez do seu hobby uma nova profissão.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.