Viajar é uma das atividades mais prazerosas que existem, e não é por acaso que o interesse por viagens nacionais e internacionais tem crescido. Muitas pessoas não abrem mão de conhecer novos destinos, mesmo com o orçamento apertado, e diferentemente do que possa parecer, viajar gastando pouco é possível. Pensando nisso, o Porto Seguro Viagem preparou sete dicas econômicas que podem ser aplicadas em qualquer passeio.

1- Passagens
Para viagens nacionais ou para países vizinhos, uma opção é usar carro ou ônibus comum e de excursão. Em algumas empresas de ônibus, as passagens noturnas são mais baratas. Mas, se a preferência é viajar de avião, é preciso comparar preços de passagens aéreas o quanto antes. Uma dica é acompanhar diferentes sites com frequência, pois é possível encontrar promoções de última hora.

2. Hospedagem
Antes de escolher o tipo de estadia, o primeiro passo é verificar a data da viagem e checar se corresponde ao famoso período de alta temporada. Em casos como esse, a opção é reservar a hospedagem o quanto antes para garantir vaga e, quem sabe, conquistar um desconto. Se o objetivo é economizar, a dica é procurar um hostel, que costuma ser mais barato que hotéis e pousadas e incentiva a convivência entre pessoas de diferentes regiões, estados e países. As opções de preço são atrativas e variam de acordo com a localização e o tipo de quarto escolhido.

3. Passeios
Após definir o destino, é hora de reservar um bom tempo para se dedicar à pesquisa por passeios interessantes no local. Assim que encontrar algo interessante, a próxima etapa é adquirir os ingressos com antecedência. Diversos museus, teatros, espaços de eventos e parques fechados têm sua própria página na internet e permitem a compra de ingressos sem filas. Já cidades com grandes áreas verdes e arquitetura atrativa são boas pedidas para quem quer viajar gastando pouco.

(Foto: Jenifer Conde Gomez/Flickr)

Para maior conveniência, é possível contar com serviços de assessoria de viagem. Em alguns casos, esta comodidade já está inclusa no pacote de contratação do seguro viagem – este é o caso do Porto Seguro Viagem. Por meio desse serviço, o segurado tem acesso à elaboração de agenda cultural e dicas relacionadas à vida noturna, bem como a compra e entrega de ingressos para ópera, balé, teatro, museus, espetáculos musicais, shows, entre outras atrações.

4. Transporte
Em cidades maiores, a dica é usar o transporte público. Em rotas mais tranquilas e seguras, aproveite para se locomover a pé e de ônibus. E em locais que disponibilizam o aluguel de bicicleta, aproveite o benefício.

5. Alimentação
Em destinos turísticos, os preços costumam ser mais elevados, e isto inclui a alimentação. Para quem busca economia, o ideal é pesquisar estabelecimentos com preços acessíveis. Outra opção é se beneficiar com a estadia em um local que ofereça cozinha e comprar alimentos em mercados locais a fim de preparar a própria refeição.

6. Serviços
A melhor forma de comunicação com amigos e familiares é por meio da internet. Sendo assim, pode valer a pena contratar um pacote de dados vantajoso para o celular a fim de economizar com ligações. O ganho é que boa parte dos serviços de hospedagem contam com rede wifi gratuita para os clientes e, dependendo da cidade escolhida, existe a possibilidade de encontrar internet gratuita em locais públicos.

7. Seguro viagem
O seguro viagem é um item importante e que pouca gente lembra na hora do planejamento. Com a proteção, o segurado evita transtornos e despesas com possíveis problemas, como uma visita ao médico ou o extravio da bagagem. O Porto Seguro Viagem oferece coberturas e serviços em casos de acidentes pessoais, danos de bagagem, serviços 24 horas com assistência médica e odontológica, remoção inter-hospitalar, e vantagens como assessoria para auxiliar no roteiro de viagem, reserva de hotéis, restaurantes, compra de ingressos, e até indicação de hotéis com desconto para deixar o Pet. “Para economizar, é preciso pensar em um seguro acessível e, ao mesmo tempo, de qualidade. Os Corretores de seguros e as agências de viagens são habilitados para ajudar a identificar o plano de acordo com o tipo de viagem a ser realizada”, explica Fernanda Pasquarelli, Superintendente Comercial de Vida e Previdência da Porto Seguro.

| Dica Extra

Evite fazer o câmbio de moeda em aeroportos e rodoviárias
A taxa costuma ser maior nesses locais, por isso, o ideal é fazer a troca antes. Se não for possível, vale trocar uma pequena quantidade, que seja suficiente para o início da viagem, e realizar o restante do câmbio em uma casa especializada.

*Com informações de Imagem Corporativa.

Sobre o autor

Somos três amigos que compartilham o sonho de conhecer os quatro cantos do mundo. Da vontade de explorar diferentes lugares e da busca constante por novas experiências, surgiu o RoadTrio: um site que reúne informações, dicas e notícias do que não se pode perder por aí e é essencial para qualquer viajante.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.