6 em 10 turistas que nunca foram ao Rio querem ir

Rio de Janeiro (Foto: alobos Life / Flickr)

Rio de Janeiro (Foto: alobos Life / Flickr)

O Ministério do Turismo encomendou uma pesquisa para medir a imagem do turismo no Rio de Janeiro. Foram entrevistados 1.000 visitantes potenciais das cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre, capitais consideradas prioritárias dentro do plano de marketing da cidade do Rio de Janeiro (RioTur). De acordo com o Instituto FSB, responsável pela elaboração da pesquisa, quase metade dos entrevistados (43,3%) nunca esteve no Rio de Janeiro. Porém, grande parte desses turistas (59,2%) têm interesse em conhecer a cidade e mais da metade (60%) já colocou o Rio na programação de viagens – visitarão a cidade maravilhosa em até um ano.

Outro dado positivo diz respeito à propaganda boca a boca. Grande parte dos entrevistados recomendaria o Rio de Janeiro para amigos e familiares. Somente 24,2% daqueles que responderam à pesquisa disseram que se tivessem que recomendar um destino, não seria o Rio.


LEIA TAMBÉM
Suba na Pedra do Telégrafo e tire fotos “arriscadas”
Parapente no Rio de Janeiro: veja tudo sobre o voo
Faça a Trilha do Pontal, no Recreio, RJ
As fotos mais arriscadas da Pedra da Gávea, Rio de Janeiro


As praias, a beleza da cidade, o Cristo Redentor e a famosa Copacabana foram os motivos mais citados por aqueles que desejam conhecer a cidade. Por outro lado, daqueles que não desejam conhecer o Rio (18,4% dos entrevistados), a violência foi citada como o principal motivo. A pesquisa revelou ainda como foi a experiência na cidade para aqueles que já conheciam o Rio de Janeiro. Para quase 76,7% dos entrevistados, a experiência na cidade foi ótima ou boa .

“O Rio de Janeiro é o cartão postal do turismo brasileiro. A cidade é a principal porta de entrada dos turistas que visitam nosso país a lazer e um dos principais destinos do mercado doméstico. Por esses motivos, o Ministério do Turismo tem uma atenção especial com a cidade e estamos trabalhando em um plano de ação para atrair ainda mais turistas e ampliar a ocupação hoteleira da cidade”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

O Ministério do Turismo participa de um grupo interministerial para auxiliar o Rio de Janeiro a se recuperar de dificuldades econômicas. O grupo tem como desafio estruturar um calendário para atração de turistas e ampliar a promoção.

O calendário de eventos, denominado “Rio de Janeiro a Janeiro”, tem como marco inicial o Réveillon e vai até dezembro de 2018, com cerca de 150 eventos com alto potencial de geração de emprego e renda. Além do calendário, que conta com o apoio também dos ministérios da Cultura e Esporte, o Ministério do Turismo está investindo na produção de vídeos sobre a cidade, que serão veiculados nas redes sociais da Pasta.

SOBRE A PESQUISA – A pesquisa para medir a imagem do Rio de Janeiro foi encomendada pelo Ministério do Turismo ao Instituto FSB Pesquisa. Foram realizadas 1.000 entrevistas entre os dias 15 e 20de agosto, nas cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre, distribuídas proporcionalmente ao tamanho da população em cada uma das cidades. A margem de erro é de 3pp, com intervalo de confiança de 95%.

| Mais de 95% dos que estão no Rio pretendem voltar

O Rio de Janeiro continua encantando os turistas que visitam a cidade maravilhosa. Essa foi a constatação de uma pesquisa encomendada pelo Ministério do Turismo e que ouviu mil brasileiros que visitavam o Rio entre 15 e 20 de agosto deste ano. Pouco mais de 2/3 dos entrevistados (67,6%) aprovaram a experiência na cidade e 92% disseram que recomendariam o Rio a amigos e familiares.

Quase 40% dos entrevistados visitavam a capital fluminense pela primeira vez. As praias, as belezas naturais, as opções de lazer e os atrativos turísticos foram apontadas pelos entrevistados como as principais vantagens da cidade para os turistas. Quando questionados sobre desvantagens, os turistas citaram a violência, apesar de a ampla maioria deles (85,1%) nunca ter sido vítima de violência na cidade e nem ter presenciado a ocorrência de algum crime (76,8%).

“Esses dados comprovam que a experiência turística no Rio de Janeiro continua maravilhosa. A cidade se estruturou recentemente em função dos grandes eventos e temos agora uma grande estrutura hoteleira, além da mobilidade urbana que também teve um grande salto com a oferta de meios de transporte como VLT, BRT e ampliação do metrô. Lançamos o calendário de eventos ‘Rio de Janeiro a Janeiro’ e vamos investir na promoção para atrair mais turistas – de lazer ou negócios – para visitar o Rio”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Ainda de acordo com a pesquisa, os investimentos realizados no parque hoteleiro já foram percebidos positivamente pelos visitantes. A quantidade de hotéis foi avaliada com nota 8.6 em uma escala de 0 a 10; e a qualidade desses meios de hospedagem também recebeu uma nota bem alta (8.1). Também dentro da mesma escala, a qualidade dos restaurantes ficou com nota 8.5; e a qualidade das opções de cultura e lazer ganhou nota 8.7.

| Sobre a pesquisa

A pesquisa para medir a imagem do Rio de Janeiro foi encomendada pelo Ministério do Turismo ao Instituto FSB Pesquisa. Foram realizadas 1.000 entrevistas entre os dias 15 e 20de agosto, em pontos de grande circulação de turistas brasileiros na cidade – como portas de hotéis, aeroportos, rodoviária e atrativos turísticos. A margem de erro é de 3pp, com intervalo de confiança de 95%.

* Com informações do Ministério do Turismo

Sobre o autor

Somos três amigos que compartilham o sonho de conhecer os quatro cantos do mundo. Da vontade de explorar diferentes lugares e da busca constante por novas experiências, surgiu o RoadTrio: um site que reúne informações, dicas e notícias do que não se pode perder por aí e é essencial para qualquer viajante.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.