Barcelona é um dos principais destinos de quem vai para a Espanha. O destino, capital da Catalunha, é jovem, acolhedor, respira cultura e boa gastronomia e, diferente de outras cidades espanholas, os moradores locais recebem os turistas de braços abertos.

Se você está de passagem pela primeira vez, o RoadTrio reuniu 10 destaques que não podem faltar no seu roteiro.

| Parc de la Ciutadella

ciutadella

O Parc de la Ciutadella foi o primeiro parque público de Barcelona (Foto: RoadTrio)

O Parc de la Ciutadella foi o primeiro parque público de Barcelona e está muito bem conservado. Nos dias de sol, os catalães aproveitam a área verde para passear com cachorros, pegar um bronze, correr, levar a criançada para brincar e fazer pique-nique.

Com cerca de 280.000 m2, o parque e abriga o zoológico da cidade, o Parlamento da Catalunha, museus e a famosa fonte desenhada por Josep Fontserè em colaboração com Antoni Gaudí – com certeza você já viu várias fotos delas pelas redes sociais. Outra atração é o Castell dels Tres Dragons, muito bonito por fora, mas atualmente fechado para visitação.

Endereço: Passeig de Picasso, 21, 08003
Horário: Abre todos os dias do ano, às 10h. Em dezembro, janeiro e fevereiro, fecha às 18h; em março e novembro, fecha às 19h; em abril e outubro, fecha às 20h; de maio até setembro, fecha às 21h.

| Arc del Triomf

arco

Barcelona também tem o seu próprio Arco do Triunfo (Foto: RoadTrio)

Próximo ao Parc de la Ciutadella está o ‘arco do triunfo’ catalão, onde muitos apaixonados por skate e patins se reúnem diariamente para a prática do esporte. Ele não deve em nada para seu irmão mais famoso, localizado em Paris: é tão bonito quanto. Foi desenhado pelo arquiteto Josep Vilaseca para a servir como entrada principal para a Exposición Universal de Barcelona, realizada em 1888.

Endereço: Passeig Lluís Companys, 8018

| Basílica de la Sagrada Família

sagrada

A Sagrada Família é um dos pontos mais conhecidos de Barcelona e sua interminável construção contou com a participação de Gaudí (Foto: RoadTrio)

A Sagrada Família tornou-se o símbolo máximo de Barcelona. A construção, inciada em 1882, passou por mãos de vários arquitetos, incluindo Antoni Gaudí, que trabalhou na obra até sua morte. O destino é óbvio, mas imperdível. Sua estrutura cheia de detalhes monocromáticos contrastam com um interior claro, minimalista, leve e quase sem imagens.

Com mais de 40 metros de altura e 18 torres, a obra está sendo finalizada há anos. A conclusão está programada para 2030, mas boatos dizem que a igreja nunca ficará 100% pronta. Afinal, como já dizia Gaudi, a basílica é “uma obra que está nas mãos de Deus e na vontade do povo”. Hoje em dia ela a construção é dirigida por Jordi Faulí.

Para garantir sua entrada, é melhor comprar o ingresso no site oficial da Sagrada Família. A igreja chega a receber 10 mil visitantes diários durante o verão. O ingresso dá a opção de visitar uma das torres. Vá! Subir a escadaria estreita e em forma de caracol e, de quebra, ver Barcelona por pequenas janelinhas não tem preço.

Endereço: Carrer de Mallorca, 401
Horários: Das 9h às 18h (outubro a março) e das 9h às 20h (abril a setembro)

| Tibidabo

tibidabo

Templo do Sagrat Cor é uma igreja curiosa, com estilos diferentes na parte superior e inferior (Foto: RoadTrio)

Tibidabo fica no alto de uma montanha e é casa do primeiro parque de diversões da Espanha (o segundo da Europa), construído em 1908. Sim, ele ainda funciona e mantém a maioria das atrações originais. Uma das melhores é a cesta giratória, também conhecida como Atalaya. Você fica ainda mais alto do que já está e a vista é simplesmente incrível. Quer uma dica? Evite os dias de muito vento.

Mas não pense que é só porque você está em um parque de diversões que você vai ficar curtindo atrações como se estivesse na Disney. O passeio deve incluir um bom café em uma das lanchonetes, uma olhada nas lojinhas e uma pausa na igreja. Dedique tempo para curtir o visual lá do alto. É apaixonante!

No alto do Tibidabo também fica o Templo do Sagrat Cor, uma igreja católica com dois andares com estilos tão diferentes que parecem duas igrejas distintas.

Endereço: Plaza del Tibidabo, 3-4, 08035 Barcelona, Espanha
Horários: Veja os horários no calendário do site oficial de Tibidabo.
* A entrada é gratuita e você só paga as atrações que quiser curtir.

| Plaça de Catalunya e La Rambla

rambla

A rambla é uma rua movimentada de 2 km que liga a Plaça Catalunya com o Porto (Foto: RoadTrio)

Quer fazer compras? O passeio começa aqui! A Plaça de Catalunya é uma das regiões mais famosas de Barcelona, onde acontecem a maioria das manifestações da cidade. As ruas são tomadas por pombas e turistas, que garimpam lojas de tudo quanto é tipo, da mais glamourosa até a fast fashion com preços amigos.

Apple, Fnac, Sephora, H&M, Zara, Bershka e o incrível e gigantesco shopping El Corte Inglés dividem espaço com cafés e restaurantes.

A Rambla é uma rua movimentada de 2 km de extensão, que liga a Plaça Catalunya ao Porto Velho, e tem mais lojas, saídas de becos e cafés. É a principal rua da chamada “cidade velha” e hospeda o famoso Mercat de la Boquería, um mercado público com frutas, carnes, vinho, doces, sorvetes, queijos, artesanatos e lembrancinhas.

Endereço: Rambla, 91

| Plaça d’Espanya

espanha

Vista das duas torres da Plaça d’Espanya, com o shopping Arenas à direita (Foto: RoadTrio)

Ela é linda. Ponto de ligação de algumas das principais avenidas de Barcelona e uma obra de arte assinada por vários nomes famosos da Catalunha. Nas suas redondezas está o shopping Arenas, antiga praça de touradas da cidade. No último andar desse centro comercial existem vários restaurantes e uma bela vista da Plaça d’Espanya.

Do lado oposto ao shopping tem duas torres inspiradas no Campanário de São Marcos, em Veneza. Elas são a porta de entrada para a fonte e a escadaria que conduz ao Palau Nacional, outro ponto que vale a pena visitar.

Endereço: Plaça d’Espanya s/n

| Montjüic e Font Màgica

fonte

Font Màgica com o Museu Nacional d’Art de Catalunya ao fundo (Foto: RoadTrio)

“Uau!” Essa é a única reação que todos têm quando chegam nesse lugar. A Font Màgica foi criada em 1929 para a Exposição Internacional e hoje recebe visitantes do mundo inteiro para um espetáculo de música, luzes e movimentos.

O museu Museu Nacional d’Art de Catalunya, também conhecido pela sigla MNAC, é a bela estrutura atrás da fonte. Ele abriga a coleção de arte mais importante da cidade e tem um acervo bem grande de arte espanhola.

Endereço: Plaça Espanya s/n
Horários (espetáculos da Font Màgica): outono e inverno – sexta-feira e sábado 19h e 21h; primavera e verão – quinta-feira e domingo 21h e 23h30.

| Castell de Montjuïc

castelo

O castelo foi construído no século 18 e, do topo, dá para ver Barcelona inteira (Foto: RoadTrio)

A partir da Font Màgica, o passeio continua. O caminho até o Castell de Montjuïc construído no século 18 pode ser feito a pé ou de teleférico e vale muito a pena.

O castelo está sobre as ruínas de um forte, a mais de 170 metros de altura do nível do mar, no topo da montanha de Montjuïc, onde também fica um Museu Militar. A vista do alto é inexplicável.

Endereço: Ayuntamiento de Barcelona – Carretera de Montjuïc, 66.
Horários: segunda-feira a domingo das 9h às 19h (outubro até março) e das 9h às 21 (abril até setembro).

| Parc Güell

guell

Parc Güell é uma grande obra de Gaudí a céu aberto (Foto: RoadTrio)

Declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, o Parc Güell é a grande obra de Gaudí a céu aberto. As belas curvas dos caminhos do parque unem galerias, bancos trabalhados, pequenas praças, estruturas coloridas e, claro, a Casa-Museu Gaudí, onde o próprio morava. Inicialmente, o local foi construído para a aristocracia de Barcelona, mas hoje é um dos principais pontos turísticos da Catalunha.

Não deixe de ir até a escadaria principal para tirar fotos com a famosa salamandra e caminhar até a sala Hipóstila, com 86 colunas que abrigariam o mercado do local. Por ter sido construído em uma colina de 15 hectares, a vista de Barcelona é uma das mais belas.

Endereço: Calle Olot.
Horários: Diariamente, das 10h às 18h (novembro a fevereiro) e das 10h às 21 (maio a agosto)
Entrada gratuita

| Barceloneta

barceloneta

Escultura L’Estel Ferit, da artista alemã Rebecca Horn com o Hotel W ao fundo (Foto: RoadTrio)

Praia. Não precisa de mais nada, né? Faça sol ou faça chuva, tem gente por lá. Barceloneta é um bairro cosmopolita e point do verão, principalmente para os gringos. Além da combinação perfeita de mar e areia, ela reúne restaurantes com deliciosos frutos do mar, lojas descoladas e baladas (muitas baladas!).

Ela é a praia mais ‘farofa’ de Barcelona, mas você tem que conhecer. Se for apenas caminhar e tiver com sapatos confortáveis, ande de uma ponta até a outra, passando pela Vila Olímpica, Port Olímpic, pela escultura L’Estel Ferit, da artista alemã Rebecca Horn e pelo Hotel W, também conhecido como Hotel Vela.

Sobre o autor

Formada em jornalismo, já passou algumas temporadas na Califórnia e em Barcelona. Os anos de cobertura de Semanas de Moda internacionais passaram e fizeram com que ela descobrisse que o seu verdadeiro estilo é viajar.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.