Ilha quase sempre é sinônimo de paz, tranquilidade e paisagens incríveis. Há pouco tempo postamos aqui no RoadTrio uma galeria de imagens de Fernando de Noronha que não deixa dúvidas de que essa fama não é em vão.

Mas Noronha não é a única ilha que merece destaque pelo continente. Além das conhecidas Ilha Grande, Ilhabela e Florianópolis – todas no Brasil -, existem mais centenas de mini paraísos espalhados pela costa da América do Sul. Para que você tenha mais opções, saindo um pouco do óbvio, separamos cinco injustiçadas que deveriam aparecer com mais frequência na lista de desejos dos viajantes. Confira:

| Brasil

marajo-1

Ilha de Marajó é a maior do Brasil. (Foto: Eduardo Fonseca Arraes/Flickr)

marajo-2

A ilha é dividida em dezesseis municipios. (Foto: Celso Abreu/Flickr)

Ilha de Marajó

Localizada no estado do Pará, a Ilha de Marajó é banhada pelos rios Amazonas e Tocantins ao sul e pelo oceano Atlântico ao norte. Além de ser a maior ilha do Brasil, uma curiosidade é que lá Marajó tem o maior rebanho de bufalos do país – cerca de 60 mil cabeças. 

Para chegar até a ilha, é preciso pegar uma balsa em Belém, que te levará a uma das duas principais cidades da Ilha de Marajó: Soure – como se fosse a “capital”, pois tem mais movimento, hotel e restaurante – e Salvaterra – local em que estão as praias mais frequentadas pelos turistas (Joanes e Praia Grande).

 

caju-2

Apesar de pertencer ao Maranhão, o acesso à ilha é mais fácil para quem vem do Piauí. (Foto: Divulgação/ilhadocaju.com.br)

caju-1

Dunas da Ilha do Caju. (Foto: Divulgação/ilhadocaju.com.br)

Ilha do Caju

Somente hóspedes da única pousada têm autorização para permanecer na Ilha do Caju, tornando o local um verdadeiro paraíso ecológico. A ilha é lar de inúmeros animais raros e em preservação. Somente as aves são mais de 100 espécies. Isso sem falar da vegetação. Mangues, piscinas naturais, matas, dunas, lagoas. Tudo isso faz parte de uma paisagem sem igual.

A ilha está localizada no Delta do Parnaíba, único em mar aberto das Américas, na região litorânea dos estados do Piauí e Maranhão.  É em seu centro que estão os campos e cajueiros que batizaram o local.

 

| Colômbia

san_andres-1

San Andrés caiu no gosto dos viajantes. Por que será? (Foto: Joao Carlos Medau/Flickr)

san_andres-2

Não faltam opções de praia tanto para banho quanto para mergulho. (Foto: Joao Carlos Medau/Flickr)

San Andrés

A ilha de San Andrés, na Colômbia, é o mais próximo que você vai chegar do Caribe, sem realmente estar lá. Desde que foi redescoberta pelos turistas, há uns quatro anos, as ilhas do arquipélago ganharam em infraestrutura. Mesmo com o número de visitantes crescendo anualmente, ainda é possível desfrutar de ótimas praias e passeios sem ter que brigar por um pedaço de areia.

A ilha agrada todos os gostos de turistas. Quem quiser algo mais movimentado, tem a praia Peatonal, que fica no centro. Já os que procuram tranquilidade, não deixe de ir a San Luis. Porém, não importa o que você procura, mas não deixe de fazer os passeios de barco que levam às ilhas da redondeza, como o Aquário e Johnny Cay.

| Argentina

victoria-1

A Isla Victoria fica no meio do lago Nahuel Huapi, próximo a Bariloche. (Foto: Danirepe/Flickr)

victoria-2

Pinos e eucaliptos formam grande parte da vegetação lcoal. (Foto: Mariano Mantel/Flickr)

Isla Victoria

A Isla Victoria não é aquela tradicional ilha de areia branca e mar azul. Muito pelo contrário. Ela fica em um dos maiores lagos da Argentina, na região de Bariloche, e sua grande atração são as trilhas contornadas por tipos exóticos de árvores. Ainda assim, um lugar para relaxar e contemplar.

No verão, é possível banhar-se nas águas geladas da praia Del Toro. Algo que vale a pena na região é pegar um teleférico, ou até subir a pé, até o morro Bela Vista, que permitirá uma vista panorâmica da ilha e do lago Nahuel Huapi.

| Chile

damas-2

Apesar de lindo, são poucos que encaram o mar gelado da Isla Damas. (Foto: Francisco Schmidt/Flickr)

damas-1

Golfinhos são tão comuns quanto turistas. (Foto: Nick Herber/Flickr)

Isla Damas

A Isla Damas é uma das três ilhas que formam a Reserva Nacional Pingüino de Humboldt, e a única pode ser visitada por turistas. Apesar do nome, os Pinguins de Humboldt só podem ser avistados nos passeios de barco. Para compensar, não é raro ver golfinhos dançando pelas águas do mar chileno.

Com águas cristalinas, os turistas descobriram a região, o que acabou um pouco com o sossego de quem procura praias desertas. Mas, mesmo assim, vale a pena encarar o tumulto e prestigiar de perto esse paraíso.

Sobre o autor

Virou publicitário para poder viajar – e deu certo! Já morou na Europa, nos Estados Unidos e quase foi parar nos Emirados Árabes. Está sempre em busca de uma boa história para contar e um bom ângulo para fotografar.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.