O surfe está em alta no Brasil, principalmente depois da conquista do título mundial inédito obtido pelo surfista brasileiro Gabriel Medina, no ano passado. Devido a isso, o esporte está se popularizando ainda mais no País, e a procura dos surfistas por novas ondas e diferentes destinos de praia tem aumentado. Por isso, vale uma dica tanto para os principiantes como para os veteranos surfistas brasileiros e de outras partes do mundo, que é conhecer as principais praias do território lisboeta, considerado um dos melhores destinos de surfe do mundo. As informações são do Visit Lisboa.

As praias da Região de Lisboa são consideradas de extrema importância para o turismo da capital, pois atraem milhares de visitantes durante todo o ano. Esse ambiente apresenta uma oferta invejável de praias que se destacam pela beleza natural, qualidade e acessibilidade, desde as pequenas encontradas nas áreas urbanas, passando pelas que fazem parte do percurso entre Lisboa e Cascais, até chegar aos grandes areais da Caparica e do Meco, a sul da capital. Muitas delas sediam vários campeonatos de surfe durante todo o ano.


MAIS SOBRE SURFE
Conheça as praias que recebem o Mundial de Surfe – WSL
As melhores praias para fazer SUP no Guarujá


 

As praias da Ericeira são uma ótima opção para quem quer entrar no mar, subir na prancha e curtir o maravilhoso visual que o lugar reserva aos seus visitantes. A faixa costeira da Ericeira é a 1.ª Reserva de Surfe da Europa e a 2.ª do Mundo, reconhecida oficialmente pela organização norte-americana Save the Waves Coalition. A qualidade e a consistência das ondas, a importância para o Surfe e a História, as características ambientais, o clima temperado, a diversidade da flora e da fauna marítima, além do apoio da comunidade local foram os critérios de seleção para este reconhecimento.

As praias da Região de Lisboa são consideradas de extrema importância para o turismo da capital (Foto: Associação Turismo de Lisboa)

O trecho principal se estende desde a Praia da Empa, na freguesia da Ericeira, até a Praia de São Lourenço, na freguesia de Santo Isidoro. No total, são sete ondas consideradas de classe mundial num espaço de 4 km de praias: Pedra Branca, Reef, Ribeira d’Ilhas, Cave, Crazy Left, Coxos e São Lourenço.

A costa atlântica da zona costeira, a norte da Ericeira, é um dos raros locais a nível mundial que reúne um elevado número de ondas de grande qualidade. Ao longo de 11 km de costa, são 22 ondas de diferentes características, que proporcionam a prática do surfe sob diferentes condições meteorológicas, proporcionando níveis de exigência e graus de dificuldade muito elevados.

Outro destaque é a Costa da Caparica, que é considerada outro centro do surfe, sendo uma excelente opção para os surfistas que procuram um lugar bem próximo a Lisboa. Esse conjunto de praias possui aproximadamente 15 km, onde se pode encontrar diversos restaurantes e bares, além de uma linha de ônibus que passeia pelo caminho das praias, somente na época do verão.

Com muitos picos à disposição dos amantes do surfe, entre eles as praias da Cova do Vapor, CDS, Santo Antônio, Norte, e Nova Vaga, a região oferece ondas de vários níveis de dificuldade. A região passou recentemente por uma recuperação do passeio marítimo e de sua infraestrutura para garantir aos surfistas e visitantes melhores condições de segurança e conservação dos valores naturais e do meio ambiente.

Sobre o autor

Somos três amigos que compartilham o sonho de conhecer os quatro cantos do mundo. Da vontade de explorar diferentes lugares e da busca constante por novas experiências, surgiu o RoadTrio: um site que reúne informações, dicas e notícias do que não se pode perder por aí e é essencial para qualquer viajante.

3 Respostas

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.