Tão perto de São Paulo, em Cotia, a 40 minutos, fica esse lugar de paz, o Templo Zu Lai, o maior templo budista da América Latina com 10 mil metros quadrados de área construída, em um terreno de 150 mil metros quadrados.

Para quem não sabe, o Templo segue a filosofia do Budismo Humanista, cujo o objetivo é divulgar o Budismo por meio de 4 pilares: educação, cultura, beneficência social e purificação espiritual. Desde que foi inaugurado,  em 2003, o Templo Zu Lai realiza regularmente as práticas e cerimônias das Escolas de pensamento budista Chan e Terra Pura, e retiros de meditação.


LEIA MAIS

Top hotéis: viva experiências inesquecíveis
Dicas para não cair em roubada no Airbnb
Saiba o que levar na mala de mão
15 coisas que mudam quando você muda de país


templo-2

A sensação é de estar ‘invadindo’ um espaço sagrado, principalmente se você é como eu, que não entende muito sobre a religião. Para minha sorte, estava tendo um ritual na chamada Sala Grande, a que fica no fim dos corredores, bem ao centro to templo.

O ritual Sutra Ullambana é feito para a ‘libertação do sofrimento’ ou ‘salvação das almas angustiadas no inferno’. Por mais que você não entenda o que está rolando ali, vale a pena se concentrar e receber toda a energia positiva e tranquilizante de lá.

Você com certeza vai se surpreender com a arquitetura do local, se deparar com centenas de imagens do Buda, curtir a natureza e, se der sorte, ver macaquinhos saltitando de uma árvore para a outra.

templo-3

Enquanto esse ritual acontecia, um senhor recebia os turistas na porta da Sala Grande. Lá, ele explica um simples gesto para que você possa agradecer e pedir. Com um incenso entre as duas mãos, foque seus pensamentos, pedidos e agradecimentos e, em seguida, leve as mão na direção do peito e depois no meio da testa. Para finalizar, coloque o incenso em um lugar próprio, em frente a Sala.

templo-7

Não espere ter uma ‘aula sobre o budismo’ por lá. Não existe um guia para acompanhar as visitas e os frequentadores vão até o local para os rituais. Mas se você quer um pouco de paz ou apenas fazer uma pausa na agitação do dia a dia, lá é o local perfeito.

templo-6

O Templo Zu Lai tem museu, loja, biblioteca, salas de meditação e restaurante. Semanalmente acontecem atividades regulares como prática de meditação, estudo do Budismo, aula de chinês, palestras e aula de Tai chi chuan.

É terminantemente proibido sentar na área do jardim e o silêncio, claro, é muito bem-vindo. Não é permitido fumar, fazer piquenique e levar bichos de estimação.

O que significa Zu Lai?
Zu Lai provém da tradução, do chinês para o português, de um termo que significa tathāgata, ‘aquele que assim foi/veio’.

templo-4

| Como chegar

Transporte público (linha comum diária)
Desça na Estação Butantã do Metrô (Linha Amarela) dirija-se ao ponto de ônibus que fica atrás da estação (na Praça Waldemar Ortiz ). Utilize qualquer ônibus ou van com destino à Cotia e desça no quilometro 28,5 ( ou 29) da Rodovia Raposo Tavares. Caminhe poucos metros no acostamento da via no sentido São Paulo até chegar à entrada da Estrada Fernando Nobre. Ande por cerca de 1461 metros na Fernando Nobre, onde à sua esquerda estará o templo. Essa caminhada, ao todo, leva a média de 20 minutos.

Ônibus fretado (exclusivamente aos domingos, nas imediações da Estação Libertade do metrô)
R$ 15 ida e volta
De onde sai na vinda: R. Dr. Rodrigo Silva, ao lado da loja Ikesaki próximo a Estação Liberdade do Metrô.
Horário da ida: 8h30 (Somente aos Domingos)
De onde sai na volta: Templo Zu Lai (Cotia).
Horário do retorno: 16h
Não é necessário agendar.

| Serviço

Endereço: Estrada Minucipal Fernando Nobre, 1461, cotia, São Paulo
Telefone: (11) 46122895
Horário: De 3ª à 6ª feira – das 12h às 17h // 2ª feira – Fechado (mesmo se feriado) // Sábado, domingo e feriado – das 9h30 às 17h.

Sobre o autor

Formada em jornalismo, já passou algumas temporadas na Califórnia e em Barcelona. Os anos de cobertura de Semanas de Moda internacionais passaram e fizeram com que ela descobrisse que o seu verdadeiro estilo é viajar.

Uma resposta

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.