Drible o dólar e realize o sonho de ir para Orlando

Com o dólar beirando (e até ultrapassando) os R$ 4, o antigo sonho de viajar para Orlando, Flórida, pode se transformar num verdadeiro pesadelo para a conta bancária dos turistas. Mas, como os brasileiros estão acostumados em dar o famoso “jeitinho” em tudo, isso não é motivo para desistir de conhecer a Disney.

Afim de driblar a alta do dólar, algumas empresas realizam atrativas promoções e ainda, para aqueles que persistem no objetivo, essa época pode se tornar até um prazeroso desafio na busca por atividades fora do comum e mais acessíveis. Esse é o caso de João Paulo Carneiro, que programa a viagem para Orlando com a família para o final deste ano e nem pensa em desistir por conta do câmbio.

Essa é a segunda vez que o grupo visita a cidade da Flórida. “Vemos a viagem aos Estados Unidos sempre como um prêmio a mais um ano de esforço, trabalho e dedicação profissional. Para aqueles que buscam a viagem com intuito de curtir a família, descansar e se divertir, certamente terão seu esforço financeiro um pouco maior recompensados com momentos inesquecíveis. Afinal, viajar dentro do Brasil anda tão caro quanto”, acredita João.

Segundo ele, o grande vilão dos gastos com viagens internacionais não é a hospedagem ou diversão. “Procurar descontos nas passagens aéreas e cortar gastos com compras desnecessárias são suficientes para cobrir a valorização do dólar. Sempre optamos por hospedagens em casas de temporada, por exemplo. Assim, conseguimos aliar a diversão com o merecido descanso a um custo extremamente vantajoso.”, explica João.

Especialistas em aluguel de casas de temporada em Orlando, as agências Casa na Disney e Vip Homes, ambas do grupo Legacy Travel, encontraram uma maneira interessante de atrair os clientes brasileiros e aquecer o mercado durante a crise. Acabaram de lançar duas promoção; a primeira oferece descontos progressivos dependendo da quantidade de dias contratados (10 dias ou mais, 15% – 14 dias ou mais, 18%) e a segunda utiliza o dólar comercial ao invés do dólar turismo na venda dos pacotes, o que significa uma economia boa no final (Ex. cotação 01/10: Comercial, R$ 3,99 e Turismo, R$ 4,22).

Ainda segundo João Paulo Carneiro, as vantagens de trocar o hotel por um imóvel de temporada, quando se viaja em grupo, ultrapassam as promoções sazonais. “Em qualquer época é possível alugar verdadeiras mansões com preços de quartos de hotel. Dessa forma, além do espaço maior e comodidades, como piscina privativa, garagem, canais de televisão brasileiros, ter uma cozinha completa à disposição é muito importante para sair da rotina de lanches e restaurantes. Assim, podemos nos alimentar de uma maneira mais saudável por um custo baixo, acredita o turista.

Numa breve comparação de cotações é possível notar a diferença nos preços entre casas e hoteis. Na tarifa sem desconto da Casa na Disney, por exemplo, uma casa premium com 5 dormitórios, localizada próxima à Disney, pode sair por menos de US$ 14 por diária/pessoa, pensando num grupo de 10 adultos e 2 crianças – o máximo que o imóvel comporta. Esse preço jamais seria atingido em hoteis do mesmo padrão, que geralmente comportam no máximo 4 pessoas por suíte e não oferecem a mesma estrutura e conforto que uma casa.

Como sugeriu João Paulo, alugar uma casa de temporada, além da economia na hospedagem, é possível se alimentar de forma mais saudável e mais barata, evitando os calóricos fast-foods e cozinhando as refeições e lanches na cozinha de casa, já que os imóveis oferecem esse espaço todo equipado – máquina de lavar-louças, fogão elétrico, forno, microondas, geladeira, entre outros utensílios.

Cortar supérfluos e planejar a viagem permite aproveitar cada vez mais gastando cada vez menos. “Em Orlando existem centenas de atividades e encantos fora do ‘roteiro do turista’ que certamente continuam sendo nosso destino preferido. Os parques temáticos, centros gastronômicos, eventos culturais e demais atividades badaladas por turistas foram apenas a primeira etapa do encanto”, conta João.

Além de ficar atento às promoções diversas nessa época de dólar alto, como passagens aéreas, cupons de desconto de restaurantes e lojas, é válido tentar rever o roteiro, priorizando os parques mais importantes e incluindo visitas a locais gratuitos, como parques livres, praias próximas, exposições gratuitas, entre outros. Com um pouquinho de criatividade, é possível viajar sem estresse no bolso.

| Sobre a Casa na Disney

Há oito anos atuando no segmento, a Casa na Disney é um grupo especializado em aluguel, administração e vendas de imóveis em Orlando e Miami. Conta com quatro empresas parceiras, a Innovare Vacation Homes, a Vip Homes, a Talent Realtors e a Legacy Travel, que, além do aluguel de imóveis de temporada, atua também com turismo de modo geral. Destaque no segmento, o grupo mantém equipe de consultores e corretores altamente capacitada e licenciada para atender e orientar os brasileiros interessados durante todo o processo de aluguel e compra de uma casa nos Estados Unidos.

Sobre o autor

Somos três amigos que compartilham o sonho de conhecer os quatro cantos do mundo. Da vontade de explorar diferentes lugares e da busca constante por novas experiências, surgiu o RoadTrio: um site que reúne informações, dicas e notícias do que não se pode perder por aí e é essencial para qualquer viajante.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.