Já pensou um restaurante a céu aberto, sem cadeira, sem garçons e com uma comida pra lá de saborosa? Os famosos Food Trucks (ou lanchonetes móveis) – que já fazem parte do cenário urbano da Europa e dos Estados Unidos – atravessaram o oceano e estacionaram de vez nas ruas de São Paulo. A receita para essa febre paulistana vai além da boa comida e preço acessível. A mudança na rotina gastronômica e a facilidade de comer algo rápido pelas ruas atraíram muitas pessoas.

Em cidades como Nova York (EUA), a comida de rua começou como uma atividade de imigrantes. Com a correria do dia a dia, os engravatados não tinham mais tempo para sentar em um restaurante e comer com calma. Foi aí que as vans explodiram e viraram moda pelo mundo afora.

No Brasil essa novidade chegou no final de 2013 e vem tomando força a cada dia. Ainda com algumas restrições de estacionamento e alvarás, os Food Trucks estão estacionando em pontos estratégicos e não nas ruas, como em seu formato original. Sempre que bater aquela vontade, é preciso verificar onde o seu escolhido estará estacionado naquele dia.

Vale checar o site www.foodtrucknasruas.com.br, que mostra alguns caminhões e onde encontrá-los. Outra opção é buscar pelas páginas no Facebook, que são atualizas diariamente pelos chefs e motoristas dessas “lanchonetes”.

Porém, para aqueles que gostam de ter muitas opções para escolher na hora, vale ficar atento aos festivais que estão ocorrendo que reúnem vários carros em um mesmo local, numa espécie de praça de alimentação. Ou então, tem também o Food Park, localizado na Rua Augustinho Cantu, no Butantã, região Oeste de São Paulo. Aberto diariamente (das 11h às 16h), o local conta com diversas vans e barracas que vendem comidas e bebidas.

“Acho que essa moda pegou aqui em São Paulo por causa do público que ela tem: pessoas criativas, que gostam de conhecer coisas novas. Sem falar na praticidade. Um Food Truck é muito mais prático do que um restaurante”, afirma  Diego Fernando Juliano, dono da Kombosa Shake, um dos Food Trucks mais disputados. Aqueles que não moram em São Paulo, não se desesperem. Outras cidades estão começando a se equipar para encher os olhos (e a barriga) de seus conterrâneos.

O RoadTrio separou para você  os 5 Food Trucks mais famosos da cidade.

Rolando Massinha

Antes mesmo de virar moda, a Kombi de Rolando Vanutti já estava nas ruas de São Paulo. Um dos pioneiros da comida de rua na cidade, ele é conhecido pelas massas frescas e um dos únicos que está sempre no mesmo local: Avenida Sumaré, 611. Os preços variam, mas paga-se aproximadamente R$ 12 em um fettuccine.

Buzina Food Truck

Um verdadeiro fast food com qualidade e muita praticidade. Normalmente, o cliente tem seis opções de refeições (que variam diariamente), com preços entre R$ 15 e R$ 20. O Buzina circula pela região Sul e Oeste da cidade.

Holy Pasta Food Truck

Outra boa opção para os amantes de massa, é o Holy Pasta Food Truck. Um pouco mais underground que os outros, eles apostaram em oferecer produtos de um fornecedor renomado: Pastifício Primo. O nhoque (R$ 15) e o ravióli de cordeiro (R$ 22) estão entre os destaques do cardápio.

Kombosa Shake

Para acompanhar uma boa refeição (ou até como sobremesa), não tem anda melhor do que um milkshake calibrado. Em uma Kombi charmosa, esse Food Truck serve mais de 20 sabores da bebida, desde os tradicionais chocolate e morango até os personalizados mocha e cheesecake.

Los Mendozitos

Que tal apreciar um bom vinho argentino andando pelas ruas? Essa é a proposta dos Los Mendozitos. Uma verdadeira adega sobre rodas, eles vendem vinhos de pequenos produtores de Mendoza, na Argentina.

Sobre o autor

Em 2011, a jornalista morou na Europa, onde foi travel-writer para o Guia Criativo para O Viajante Independente na Europa. De volta ao Brasil, não quer se limitar às paredes de um escritório e fez do seu hobby uma nova profissão.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.