Capitólio, em Minas Gerais, é um lugar mágico. Vai muito além do que as fotos maravilhosas que vemos constantemente sendo compartilhadas na internet. Capitólio virou um destino queridinho há pouco tempo mas, ao contrário do que dizem, tem paraísos preservados, bem cuidados, longe da sujeira e da agitação.

Claro que é preciso escolher uma época boa para visitar a cidade e seus arredores. Nos feriados, a região lota, de fato, assim como nos fins de semana. Mas se você se programar, poderá conhecer a cidade e superar suas expectativas. Foi o que aconteceu com nós do RoadTrio.

Capitólio

Poço dourado da Cachoeira da Gruta, no Paraíso Perdido (Foto: RoadTrio)

Visitamos a cidade no final de março e, para a nossa alegria, ela estava vazia e tranquila. O Lago de Furnas, também conhecido como “Mar de Minas”, é imponente, bonito e gigante. Ele é um dos maiores lagos artificiais do mundo, com 1440 km quadrados – equivalente a quatro vezes a Baía de Guanabara -, e abrange 34 municípios.

Capitólio

Primeira parada da Trilha do Sol, No Limite (Foto: RoadTrio)

As águas dos poços de Capitólio são, na maioria, douradas e com pedras no fundo. Prepare-se para fazer uma verdadeira imersão à natureza e curtir cachoeiras, cânions, mergulhos e trilhas. Não é à toa que a cidade é chamada de “Rainha dos Lagos”, por sua localização privilegiada, a grande quantidade de cachoeiras, piscinas naturais e uma praia artificial construída no perímetro urbano.

| Como chegar e como se locomover

O município fica localizado a 230 km de Belo Horizonte, sendo aproximadamente 3 horas, 3 horas e meia de carro saindo de lá. De São Paulo, a viagem dura aproximadamente 5h45, 445 km.

Recomendamos ir de carro ou, se você mora muito longe, alugar um carro no aeroporto na cidade que você chegar. As atrações são fora do centro da cidade e não há transporte público que leve os turistas de um ponto ao outro.

| Quanto dinheiro levar

Conhecer as melhores atrações de Capitólio não é algo barato. O preço médio para visitação de cada cachoeira varia entre 30 e 45 reais (veja nas descrições abaixo), não importa a época do ano e não adianta chorar um desconto. Você provavelmente não vai conseguir. Muitas das cachoeiras ficam em propriedades particulares e por isso cobram um preço alto.

Já a hospedagem, varia muito do estilo que você preferir. Existem opções de camping, até pousadas mais simples, afastadas e em conta, e aquelas que ficam no caminho para todas as atrações da cidade e tem carinha de “boutique”.

A alimentação não tem preços abusivos. O centrinho de Capitólio abriga restaurantes simples com pratos feitos baratos. Em Escarpas do Lago – a Beverly Hills da região – os restaurantes são um pouco mais caros, assim como aqueles que ficam no caminho, entre as atrações.


OUTROS DESTINOS
São Francisco Xavier: ecoturismo na Mantiqueira
Você conhece o paraíso? Te apresentamos Barbados
Cidade do Panamá merece mais que uma conexão; conheça


| Onde se hospedar

Pousada Cachoeira do Lobo

Nós nos hospedamos na Pousada Cachoeira do Lobo. O local abriga a própria Cachoeira do Lobo e tem chalés simples, porém aconchegantes, além de uma grande área de camping.

As tarifas fora de temporada, para duas pessoas, começam a partir de R$ 270,00. Você pode ver todos os preços da Pousada Cachoeira do Lobo aqui.  Nas diárias estão inclusos estacionamento, café da manhã, piscinas e uso da cachoeira. O WiFi pega apenas na casa principal, onde é servido o café da manhã, e na piscina. A pousada também prepara jantar com preços acessíveis, mas que é servido apenas até às 19h.

O acesso se dá à partir da estrada que liga Capitólio a Guapé. Após 8 km de asfalto, é preciso encarar mais 7 km de estrada de terra.

Capitólio

Chalés da Pousada Cachoeira do Lobo (Foto: RoadTrio)

Serviço
Endereço: Estrada para Guapé, km 14 – Zona Rural, Capitólio – MG

E-mail: contato@pousadacachoeiradolobo.com.br
Telefone: (37) 99983-9070/(37) 999841-4714
Site: www.pousadacachoeiradolobo.com.br

Furnas Park
Nos últimos dois dias da viagem fomos convidados para nos hospedar no Furnas Park, em Formiga. A cidade fica a 90 km de Capitólio, aproximadamente 1h20 de carro e é casa do Furnas Park Resort. O hotel está no primeiro “braço” do Lago de Furnas e pode ser uma opção para famílias que querem aproveitar Capitólio sem se preocupar com o cansaço das crianças, já que a equipe de monitores é preparada para dar o devido descanso aos pais.

O hotel oferece vários passeios para os pontos turísticos de Capitólio, mas como já tínhamos conhecido bastante da cidade, preferimos descansar por lá. O Furnas Park tem quartos amplos, uma grande área de piscina e até uma pista de pouso.

Por lá, não precisamos nos preocupar com nada, já que todas as refeições estão inclusas (café da manhã, almoço e jantar).

Capitólio

Vista da piscina do Furnas Park (Foto: RoadTrio)

Serviço
Endereço: Rodovia Turística Arlindo de Melo Km 11. Balneário Furnastur Formiga – MG Cep 35570 -000

E-mail: reservas@furnaspark.com.br
Telefone: (37) 3329 2900 / (37) 99828 7698
Site: www.furnaspark.com.br

| Quanto tempo ficar

Nós chegamos em Capitólio em uma terça-feira e ficamos até sexta-feira à noite. De lá, partimos para um hotel na cidade de Formiga, o Furnas Park para relaxar. Como explicamos, o Furnas Park pode ser a base para quem quer um roteiro mais tranquilo ou quem está com crianças.

Capitólio

Poço da Cachoeira Lagoa Azul com vista para o Lago de Furnas (Foto: RoadTrio)

O tempo que ficamos por lá foi bom, deu para conhecer muita coisa, mas ainda ficaram atrações pendentes na nossa listinha. Mas dependendo de sua disposição, tempo e grana, pode dedicar de 3 a 7 dias por lá. Em 3 dias você consegue explorar os principais pontos. Em uma semana, consegue conhecer zonas mais desconhecidas turisticamente, o que recomendamos!

A cidade pode ser visitada em qualquer estação do ano, mas lembre-se que no outono e no inverno a água das cachoeiras ficam bem mais geladas. Nessa época, apesar de fazer calor no fim da manhã e começo da tarde, as temperaturas tendem a cair a noite.

| O que fazer

Mirante do Cânion

Capitólio

Vista mais famosa de Capitólio (Foto: RoadTrio)

Esta é, sem dúvidas, a maior atração de Capitólio. É possível ver os imponentes cânions de 20 metros de altura durante o passeio de barco. Porém, não deixe de visitar  a parte superior do cânion, pois é passeio indispensável e grátis!

Chegar lá não é complicado. Saia de Capitólio em direção à MG-050 e ande cerca de 30 km na estrada ou vá até  o km 312 da MG 050. Tenha como referência o Restaurante do turvo (aproximadamente 15 km) e o Restaurante Lagoa Azul (aproximadamente 28 km). Cerca de 1 km depois, você vai ver um acostamento gramado na estrada. De lá sai a trilha para os Cânions.

Capitólio

Alto dos cânions (Foto: RoadTrio)

Pode estacionar seu carro lá, em um recuo na beira da estrada, e cruzar o portão que fica no início da trilha. São apenas 5 minutos de caminhada, cerca de 100 metros e sem nenhuma dificuldade. Logo você chegará no cartão-postal da cidade. Não há infraestrutura no lugar e não é preciso pagar para entrar.

Atenção! Tirar a famosa foto requer cuidados. Não há segurança alguma no local. Não abuse!

Preço: gratuito
Localização: km 312 da MG 050

Passeio de lancha

Capitólio

Famoso passeio de lancha pelo Lago de Furnas (Foto: RoadTrio)

Há muitas opções de passeios de lancha por lá e a maioria sai da Ponte do Rio Turvo. Se você não for em um feriado, não precisa se preocupar em agendar horário. Caso contrário, é melhor entrar em contato com antecedência.

Os passeios tradicionais duram 2 horas e custam R$ 70 por pessoa. Nele, você visitará a parte de baixo dos cânions, o Vale dos Tucanos, a parte inferior da cachoeira Lagoa Azul e um restaurante ancorado na beira do lago. Recomendamos pedir para que o marinheiro não passe pelo restaurante e dedique mais tempo parado nos outros três pontos. Assim, você aproveitará mais a paisagem da natureza e terá mais tempo para mergulhar.

Capitólio

Cachoeira nos cânions (Foto: RoadTrio)

Se você estiver em um grupo grande, vale alugar uma lancha maior, para todos curtirem juntos um passeio de dia inteiro. Este custaria cerca de R$ 1.500, para 8 pessoas.

O passeio de Chalana – uma espécie de embarcação utilizada para navegar em rios e que leva de uma vez muito mais gente – também é uma opção, principalmente se a grana estiver curta. O valor do passeio é R$ 45,00 por pessoa e tem duração de 3 horas.

Preço: a partir de R$ 70
Localização: a maioria dos passeios sai do Restaurante do Turvo, no km 306 da MG 050
Contatos: Marcos Adelmo (35) 998069145 / Cristiano (37) 999-64540/ Juliano (37) 998417173 / Texerinha (37) 999253723

Cachoeira Lagoa Azul

Capitólio

Vista da Cachoeira Lagoa Azul (Foto: RoadTrio)

Essa é uma das queridinhas do RoadTrio. Ela fica dentro da Pousada Lagoa Azul e o acesso é pela entrada do restaurante da pousada, o Empório Lagoa Azul. Apesar do nome, no dia que nós fomos a água parecia bem verdinha.

Você pode parar o carro lá dentro e então entrar na trilha de 300 metros, sem dificuldade. Enquanto você desce a trilha, já pode observar a exuberante vista do Lago de Furnas. Quando chega na cachoeira, o poço forma uma espécie de borda infinita com o Mar de Minas. É indescritível!

Nós demos sorte e pegamos a cachoeira vazia, com todo o visual só pra gente.

Preço: R$ 30 por pessoa
Localização: km 311 da MG 050

Paraíso Perdido

Capitólio

Cachoeira da Gruta no Paraíso Perdido (Foto: RoadTrio)

O Paraíso Perdido faz jus ao nome que leva. Para chegar no ponto alto do passeio, é necessário ter um pouco mais de motivação. Mas vamos começar do início. A trilha principal é curta, com aproximadamente 1 km, mas é preciso cuidado já que grande parte é feita sobre pedras lisas e escorregadias. Ela leva a 18 piscinas naturais, mas destacamos 3 delas.

Em alguns momentos é necessário segurar em uma corda e se molhar até a altura do joelho. Feito isso, você chegará no poço principal, conhecido como Cachoeira da Gruta. O poço dourado, combinado com uma cachoeira e uma gruta grande do lado direito criam o visual perfeito. Lá é ponto final para a maioria dos turistas.

Capitólio

Cachoeira acima da Cachoeira da Gruta, com acesso mais difícil (Foto: RoadTrio)

Mas, como citamos anteriormente, quem tem sede de conhecer além, pode nadar e cruzar o poço até o lado esquerdo da gruta, enfrentar uma escalaminhada nas pedras do paredão, ir em direção da cabeceira da cachoeira, cruzar o pequeno rio e, enfim, encontrar mais dois cenários de tirar o fôlego.

A primeira parada, depois de cruzar os cânions, é uma cachoeira menor, mas com poço tão dourado quanto o anterior e a combinação perfeita com uma natureza nativa e quase sem intervenção humana.

Do outro lado, mais uma pequena cachoeira que desemboca em um pequeno poço com a combinação de dourado e verde. A melhor parte disso tudo é que pouquíssimos se atrevem a ir nessa parte superior e o local fica quase todo o tempo vazio. Quer forma melhor de curtir a natureza?

Capitólio

Segunda cachoeira do alto da Cachoeira da Gruta (Foto: RoadTrio)

O parque também possui restaurante, além de quiosques com churrasqueiras, espaço para camping, banheiros com vestiários e chuveiros.

Preço: R$ 45
Localização: Município de São João Batista do Glória / MG, Rodovia municipal SBG 387 Km 4,5. Entrada pelo Km 321 da MG 050 entre Passos e Capitólio. São 4,5 km de estrada de terra.

Cascata Eco Parque

Capitólio

Trilha de cima da Cascata Eco Parque (Foto: RoadTrio)

Apesar de recomendarmos dedicar uma manhã completa ao lugar, a trilha do Cascata Eco Parque é simples, fácil e uma delícia. Começamos fazendo pela parte de cima das cachoeiras. De lá é possível ver os cânions do Lago de Furnas em uma trilha fechada que teoricamente tem 4 km. Mas é possível fazer apenas 1 km já que o visual começa a se repetir, apenas de outros ângulos.

Fizemos a parte de baixo na volta, que é dentro da água e uma delícia! Não demorou muito para chegarmos a essas pequenas quedas com piscinas naturais. O Cascata Eco Parque tem formações naturais impressionantes que parecem pequenas lajes, responsáveis por criar pequenas piscinas.

Capitólio

Piscinas naturais do Cascata Eco Parque (Foto: RoadTrio)

O grand finale é numa formação fechada de várias cachoeiras que desembocam no mesmo lugar. Essa ‘escada’ das laterais são formações naturais e responsável por nos guiar para de volta a entrada do parque. Mais um lugar que demos muita sorte e curtimos absolutamente sozinhos.

O local também tem restaurante, bar e espaço para camping.

Capitólio

Última cachoeira do Cascata Eco Parque (Foto: RoadTrio)

Preço: R$ 30 por pessoa
Localização: Rodovia MG 050 altura do km 314,5.

Trilha do Sol

Capitólio

Totens da Trilha do Sol (Foto: RoadTrio)

Dedique uma manhã toda para fazer a Trilha do Sol e prepare-se para se surpreender cada vez conforme ela for chegando ao fim. O início da trilha se divide em 3: No Limite, Cachoeira do Grito e Poço dourado.

Vamos por partes. A primeira parada foi No Limite, após uma trilha fácil de 5 minutos. Não tem cachoeira, mas tem um poço bem grande com um visual incrível de pano de fundo, que mistura a natureza verde com paredões de formações impressionantes. Como é o primeiro ponto de parada, os turistas costumam dedicar bastante tempo por lá para se banhar. Nós aceleramos para curtir as outras duas paradas vazias. E deu certo!

Capitólio

Alto da Cachoeira do Grito (Foto: RoadTrio)

A segunda parada foi a Cachoeira do Grito, após mais 10 minutos de trilha. Chegamos pelo alto da cachoeira onde é possível curtir as piscinas naturais e fazer uma “podologia natural” com as centenas de peixes que tem lá. Para descer a cachoeira é necessário encarar uma pequena trilha que passa por sua lateral, com nível de dificuldade um pouco mais alto. Mas vale a pena. A cachoeira não é alta, mas o visual lá de baixo é recompensador.

O terceiro é o mais lindo. Para chegar no Poço Dourado é necessário percorrer 80 metros caminhando literalmente dentro do rio, com a água acima do joelho. Você vai começar a se aproximar de um paredão com milhares de totens que são deixados por todos que visitam o local. O cantinho da cachoeira é pequeno, acolhedor e parece um conto de fadas.

Capitólio

Poço Dourado da Trilha do Sol (Foto: RoadTrio)

O parque também possui restaurante – comemos um sanduíche natural e batatas fritas que estavam muito bons -, além de quiosques com churrasqueiras, espaço para camping, banheiros com vestiários e chuveiros.

Preço: R$ 35 por pessoa
Localização: Rodovia MG – 050, S/N – Zona Rural

Cachoeira do Lobo

Capitólio

A Cachoeira do Lobo é uma das mais imponentes da região (Foto: RoadTrio)

A Cachoeira do Lobo é uma das mais altas da região, com aproximadamente 25 metros. A trilha começa dentro da pousada de mesmo nome e tem apenas 350 metros, com partes que precisam de atenção, já que é feita sobre pedras escorregadias.

Também demos sorte em um fim de tarde e curtimos o local sozinhos. Por ser uma cachoeira com mata mais fechada, a água fica ainda mais gelada. Tem que ter coragem para dar um belo mergulho.

A nascente do rio dessa cachoeira ficam só 4 km de distância da queda em si, o que faz com que a água seja ainda mais pura e transparente.

Preço: R$ 30
Localização: Estrada para Guapé, km 14 – Zona Rural, Capitólio – MG. 7,5 km de estrada de terra.

| Onde comer

Empório Lagoa Azul

Capitólio

Tortinha de banana do Empório Lagoa Azul (Foto: RoadTrio)

Inaugurado em 2005, o Empório Lagoa Azul é referência em restaurante na região. Um lugar que além da beleza natural com vista para o Lago de Furnas, é possível degustar maravilhas da culinária mineira e internacional.

A comida é ótima e o preço justo. Mesmo que você não vá para o almoço, volte da Cachoeira Lagoa Azul e delicie-se com a tortinha de banana produzida lá. Com certeza será a melhor sobremesa que você vai comer na viagem.

O restaurante tem capacidade para 75 pessoas e faz parte da Pousada Lagoa Azul.

Serviço:
Endereço: Rodovia MG-050, Km 311 – Zona Rural Capitólio – MG, CEP 37945-000

Contato: (35) 99105 0944 / Celular: (37) 99983 7022
Horário de funcionamento: de terça a domingo das 9h às 17h

Hud’s Lounge

Capitólio

Risoto de Camarão do Hud’s Lounge (Foto: RoadTrio)


Este é o restaurante para ir sem pressa e aproveitar o visual do Lago de Furnas. Apesar do visual diurno, o ambiente também é bastante agradável durante a noite. O Hud’s é uma mistura de bar e restaurante localizado em Escarpas do Lago, bairro nobre de Capitólio.

Os ambientes do Hud’s são charmosos e aconchegantes, sem falar nos deliciosos pratos e drinques. O restaurante não é dos mais baratos, mas não tem preços absurdos.

Serviço:
Endereço: Rua dos Saveiros, s/n, Escarpas do Lago, CEP 37.930-000, Capitólio – MG

Contato: (37) 99937-0308
Site: www.hudsescarpasdolago.com.br

Porto Escapas

Capitólio

Tilápia servida no bar flutuante Porto Escarpas (Foto: RoadTrio)

O Porto Escarpas é muito mais que um almoço. Coloque o local como um ponto turístico e dedique uma manhã ou uma tarde inteira por lá.

O Porto Escarpas nada mais é do que um bar flutuante que fica numa área privilegiada no Lago de Furnas. Para chegar lá, só de barco ou de transfer que o próprio lugar oferece. As lanchas atracam ao redor e os viajantes curtem comidas deliciosas (a tilápia é incrível!) e drinques.

Como tradição, os donos do lounge fazem questão de receber os clientes com um shot de Alien’s Brain, a base de Curaçau Blue, xarope e Amarula! Eles também alugam pranchas de SUP. Custa R$ 50 a hora ou R$ 30 para meia hora.

Assista ao vídeo da viagem:

Sobre o autor

Formada em jornalismo, já passou algumas temporadas na Califórnia e em Barcelona. Os anos de cobertura de Semanas de Moda passaram e fizeram com que ela descobrisse que o seu verdadeiro estilo é viajar.

6 Respostas

  1. WILLIAN

    Esses lugares são espetaculares…. Impossível não voltar… A região é muito rica pra ecoturismo, quem tiver vontade, não hesite em conhecer a região do lago.

    Responder

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.