Em nosso último dia em Fernando de Noronha, decidimos aproveitar as horas restantes como muitos ilhéus passam seus dias: com o vento na cara, aquele céu azul e o delicioso balanço do mar. Embarcamos em um catamarã da Trovão dos Mares, uma das maiores empresas a realizar o passeio de barco na ilha, há 10 anos no mercado.


LEIA MAIS

Fernando de Noronha: veja o guia completo da ilha
Pousada Solar dos Ventos: linda vista em Noronha
Nascer do sol em uma canoa havaiana em Noronha
Praia de Noronha é eleita a mais bonita do mundo


Apesar da gente já ter visto os principais cartões-postais de Noronha nos dias anteriores, nada como ter um ângulo diferente, diretamente do mar. Já falamos, e voltamos a repetir, viajar para Noronha é realmente caro, mas já que você está por lá, alguns passeios não podem ficar de lado, e este é um deles.

O passeio de barco é uma ótima opção para aqueles que querem ir à Baía do Sancho, por exemplo, sem precisar encarar as escadarias para chegar até a areia. Ou então para aqueles que querem ver de perto, diretamente do mar (cadeira cativa) o Morro Dois Irmãos. Bom, motivos não faltam, principalmente depois da nossa experiência à bordo.

| O passeio

Para começar, é bom reservar esse passeio com alguns dias de antecedência. Apesar do catamarã ser grande, em alta temporada pode esgotar a capacidade. Até porque a Trovão dos Mares é uma das empresas mais procuradas por conta do seu roteiro completo.

Às 8h30 um transfer passou pelas pousadas para buscar os turistas do dia. Em seguida, fomos até o Porto de Santo Antônio, embarcamos e partimos no catamarã em direção da Ponta do Air France, local em que o Mar de Fora se encontra com o Mar de Dentro, próximo às ilhas secundárias,  uma região totalmente protegida sem acesso terrestre (em breve, tudo sobre o mergulho com cilindro que fizemos por lá).

As ilhas secundárias fazem parte do roteiro do catamarã (Foto: RoadTrio)

Durante a maior parte do percurso, um guia explica aos passageiros todos os pontos turísticos e curiosidades dos locais exatos onde o barco está passando. Não havia nem 10 minutos que estávamos navegando quando nosso barco ganhou a escolta de golfinhos rotadores. Dezenas deles nos acompanharam por um bom tempo. Já tínhamos visto golfinhos do Mirante localizado perto da Baía do Sancho, mas eles não estavam tão perto quanto agora. 

Os golfinhos nos acompanharam por um longo período do passeio (Foto: RoadTrio)

Golfinhos são fáceis de serem vistos em Noronha, mas não por isso deixa de ser divertido encontrá-los durante qualquer passeio. Seguimos viagem pelo Mar de Dentro, região voltada para o continente, e demos de frente com a Praia da Conceição e o Morro do Pico, o ponto mais alto da ilha, com imponentes 321 metros de altura.

A gente ainda estava curtindo o visual quando, de repente, o famoso Morro Dois Irmãos entrou em cena. Logo ali, na nossa cara. Engraçado que a cada ângulo que avistávamos esse marcante cartão-postal, era completamente diferente.

Não importa quantas vezes vocês verá o Morro Dois Irmãos, sempre será diferente (Foto: RoadTrio)

O ritmo do barco não deixa você enjoar do cenário. Logo ali, atrás do Morro, estão as outras lindas praias da ilha: Boldró, Americano, Bode, Cacimba e a Baía dos Porcos e do Sancho.

Seguimos navegando até o final da ilha, na Ponta da Sapata, um lugar muito procurado por mergulhadores credenciados. Para nós, do barco, foi passada a missão de usar a imaginação e conseguir identificar algumas figuras na paisagem, como a Múmia, o Urso e até o mapa do Brasil. 

É impossível chegar lá caminhando na Ponta da Zapata, local procurado por mergulhadores (Foto: RoadTrio)

Dali, o catamarã faz a volta e segue pelo caminho contrário até o ponto alto do passeio: a Baía do Sancho. 

| Parada na praia mais linda do mundo

Quando o barco chega ao final da ilha, ele volta e faz uma parada de 2 horas na Baía do Sancho, a praia mais linda do mundo em 2017 segundo o TripAdvisor. A primeira hora foi para fazermos mergulho livre com snorkel. Nós levamos os nossos equipamentos (dica para economizar em alguns passeios), mas caso você não tenha, eles fornecem nadadeiras, snorkel, máscara e colete salva-vidas sem custo adicional. Esse é uma grande diferencial entre as empresas.

A parada na Baía do Sancho é o ponto alto do passeio (Foto: RoadTrio)

Como já tínhamos feito as trilhas da Baía do Sancho em outro dia, usamos o nosso tempo dentro da água para curtir a vista do Morro Dois Irmãos na região distante do lado esquerdo do mar e depois nadar até os corais do lado direito (direcionamento de quem está dentro do mar). Neste dia, não tivemos muita sorte e vimos apenas peixes pequenos, alguns coloridos e uma enguia. Falamos “apenas” porque em Noronha sempre se espera uma tartaruga ou um tubarão, mas tudo bem… Não tinha como reclamar daquele visual.

Mergulho com o Morro Dois Irmãos ao fundo (Foto: RoadTrio)

Depois de 1 hora, um apito avisa a todos que o almoço está servido à bordo. Isso mesmo, a Trovão dos Mares serve uma almoço delicioso, com peixes da região no cardápio e a Baía do Sancho como cenário. Entre as opções de prato, quase todas são de peixe. Lasanha, filé de peixe frito, sashimi (muito disputado porque realmente estava uma delícia), pirão, até a farofa é de peixe. Uma informação interessante: os pescados servidos no catamarã são comercializados pelos próprios pescadores do Arquipélago. Mas, caso você não coma peixe ou frutos do mar, é preciso sinalizar na hora da reserva e eles fazem algo diferente para você, como frango ou carne vermelha.

O cardápio servido no catamarã é regado de muito peixe (Foto: RoadTrio)

A bebida é paga à parte. Água sai por R$ 5 e cerveja ou suco custam R$ 10, um valor justo quando comparado com outros na ilha. Tudo isso é acertado lá no barco mesmo. Por volta das 13h, catamarã começa o retorno à terra firme. É nessa hora que o guia do barco oferece o passeio de PlanaSub, muito conhecido na região. Nada mais é do que uma pranchinha puxada pelo barco que te leva a observar a vida marinha com snorkel. A vantagem é que você consegue percorrer uma grande área em pouco tempo, mas, fora isso, é como um mergulho de snorkel.

Quem tiver interesse, paga R$ 50 e troca de barco ao chegar no Porto. Os outros, infelizmente, se despedem na hora que atraca. O passeio dura aproximadamente 5 horas.

O catamarã tem dois andares e é bem espaçoso (Foto: RoadTrio)

| Quer mais dicas do que fazer em Noronha?
A Flamboyant Noronha é uma consultoria de passeios que não cobra nada do cliente por isso. O principal objetivo é mostrar a diferença de todas as empresas da ilha, assim como todas as opções de atividades, passeios, aluguéis e trilhas. Além disso, eles analisam as condições oceânicas e climáticas para que seja possível agendar as melhores atividades nos melhores dias.

O Luis Felipe Buelta, da Flamboyant, nos ajudou a descobrir a melhor empresa para fazer o passeio de barco, assim como nos indicou o passeio de canoa com a Canoe Clube Noronha. A Flamboyant fica localizada no restaurante com o mesmo nome, no centro da ilha.

Site: www.flamboyantinfo.com.br
Facebook: Flamboyant Info Noronha
Instagram: @flamboyant_info_noronha

Serviço

Trovão dos Mares

Site: www.trovaodosmares.com.br

Telefone: (81) 3619.1228

E-mail: contato@trovaodosmares.com.br

Preço: R$ 250 (passeio de barco) + R$ 50 (PlanaSub opcional)

Instagram: @trovaodosmares

Transfer, almoço, colete salva-vidas e equipamento para snorkeling inclusos.

**O RoadTrio viajou para Fernando de Noronha com a parceria de Noronha Passeios, Pousada Solar dos Ventos, Pousada EcoCharme, Restaurante Mergulhão, Bar do Meio, Pousada Triboju, Pousada Zé Maria, Águas Claras, Noronha Canoe Clube, Trovão dos Mares e Flamboyant Info Noronha.

Sobre o autor

Virou publicitário para poder viajar – e deu certo! Já morou na Europa, nos Estados Unidos e quase foi parar nos Emirados Árabes. Está sempre em busca de uma boa história para contar e um bom ângulo para fotografar.

14 Respostas

  1. Paula Theotonio

    Cada vez mais vontade de visitar Noronha! Mas me diz uma coisa: tem música ao vivo, zoada, essas coisas? Tenho muitas reservas com passeios já formatados. Beijo!

    Responder
    • RoadTrio

      Nesse passeio não tem. Só um guia que explica tudo no começo do passeio. Por isso que é preciso tomar cuidado com a empresa que você fecha esse tipo de passeio. Algumas abusam do som alto rs.

      Responder
  2. Cleber Yamamoto

    Ainda não conheço Noronha, ótimas dicas nesse passeio de catamarã. Só de ver a rota, é perceptível que será completo, ainda mais com um belo almoço. Obrigado por compartilhar.

    Responder
  3. ANDREA

    Muito bacana. Ainda não conheço lá mas sou louca para conhecer. Certamente experimentarei esse passeio.

    Responder

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.