As fotos mais ‘arriscadas’ da Pedra da Gávea, RJ


A Pedra da Gávea, entre São Conrado e Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, é cheia de mistérios. Do topo é possível ver Niterói de um lado e o Recreio dos Bandeirantes do outro. Ela é considerada o maior bloco de pedra à beira mar do mundo e tem um visual incrível: do mar, da cidade e do pôr do sol fascinante.

A grande montanha rochosa tem 842 metros de altura, topo em formato de gávea e ‘corpo’ com recortes que lembram um rosto, parecido a um sarcófago egípcio. Existem dezenas de lendas sobre sua formação, mas o que realmente se sabe é que ela foi avistada pela primeira vez no dia 1º de janeiro de 1502 pelo navegador Gaspar de Lemos. Hoje em dia ela ainda é usada como referência por velejadores na costa da cidade.

gavea

(Foto: Leonardo Shinagawa/Flickr)

Além da linda vista, o que desperta a vontade e a curiosidade de muitos para conhecer a Pedra da Gávea são as fotos impressionantes tiradas lá no topo. Afinal, é preciso ser louco e ter muita coragem para se pendurar em um abismo, não? A resposta é simples e provavelmente você também se arriscaria em um clique desse.

questao

(Foto: reprodução do Instagram @thiagomlcorrea/@vivianctelles)

A pedra tem uma haste que virou ponto certeiro de quem quer uma foto de tirar o fôlego. Apesar da altura e do visual, esse ‘puxadinho’ tem uma base não muito alta. Os visitantes fazem uma pose arriscada, mas a queda é teoricamente baixa.

É tudo questão de ângulo. Por isso, peça para seu fotógrafo caprichar!

resposta

(Foto: reprodução do Instagram @pedro_perdido/@mariiana_diniiz)

| A trilha

Para conseguir tirar lindas fotos, é preciso encarar uma trilha. O caminho até a ‘Cabeça do Imperador’, como ela também é conhecida, é pesada e exige o mínimo de preparo físico. A duração do passeio todo depende de cada pessoa, mas normalmente leva cerca de 3 horas de subida íngreme.

A trilha começa em um condomínio na Barrinha, sub-bairro da Barra da Tijuca, Zona Oeste, na Estrada do Sorimã. A entrada fica praticamente no portão do condomínio.

Logo ali você terá que se identificar e deixar nome e número de documento. Pronto, é hora de começar! O caminho reúne pedras, escadas naturais e apoios de ferro. Tem uma parte chamada de Carrasqueira que é a mais complexa por ficar em um paredão alto e descampado… você logo vai perceber quando chegar. Neste ponto, as pessoas usam equipamento específico de escalada para maior segurança.

Por isso, vá com roupas e tênis confortável e, claro, não esqueça a câmera fotográfica.

Veja as melhores fotos na galeria abaixo:

Sobre o autor

Somos três amigos que compartilham o sonho de conhecer os quatro cantos do mundo. Da vontade de explorar diferentes lugares e da busca constante por novas experiências, surgiu o RoadTrio: um site que reúne informações, dicas e notícias do que não se pode perder por aí e é essencial para qualquer viajante.

6 Respostas

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.